What once was por Daniel Conway

Cometa em chamas
Lustre do firmamento
A quem engana?

Se não veio pra ficar
Arranca tua finita existência
Do meu solo fértil
Casa de minhocas ciganas

Emoção peregrina
E absolutamente insana
Proclama a seiva
E ceifa a chama


Corruptions hound por Hanna Hetmanchuk

“O que são essas vozes?”
Não te assustes,
É apenas a TV ligada
Melodiosa como um enxame de vespas
Prestes a perder as asas

Manhã de sábado
Absorvida por algo
Surgindo em conta-gotas

Escaldado
Nas faraônicas e equilibradas
Rotinas fechadas


Love and Pain (Vampire) by Edvard Munch (1895)

I have been sleeping a few hours a day
My eyelids are very busy
They can’t understand that night is not a day
The closed curtains are an invitation
And they wake up my eyes and invite them to stay up all night

I have been sleeping a few hours a day
Yes, it’s true
But it doesn’t stop me from dreaming
And in my vivid dreams
I smell the books
The hot kiss from the sun

I feel ~ and how I feel ~
The comforting peace of a memory
That seemed lost
But my dream brought it back

I lost the person
But I will never lose my memory


Korea Winter por Rera Artist

Antes de dormir
Não esqueça de olhar
Para fora da janela
Você pode ver as estrelas
Você pode ver a lua
Você pode ver o silêncio
Você pode ver o seu próprio reflexo no coração da noite


Lovers beneath an umbrella in the snow by Suzuki Harunobu (1764–77)

Newspaper pages
Well, they are not talking about you
How silly they are!
Who can be so crazy
For ignoring a smile like yours?

The almost childlike mode
How you hold a laugh…
Yes, I know
Everything goes so fast
And we shouldn’t live on crumbs


Still Life by U Ngwe Gaing (1963)

Every petal of Amherstia
Red like the good’s men blood
The tears of Great Compassion wait for you
For your courage and fearless soul

Both arms raised
Fighting for equality
Boy face
Warrior heart
No fear, you move on

Without shield, without mask
Sick body, you are not intimidated
Carried away by the petals of Pride of Burma

Beyond the mountains
Above the sky
No demon will hit you
You are a winged tamer


Hide por Asya Yordanova

Pés nas nuvens
Escalando os raios
Estrondos que desabam
Pedaços de estrelas gritam
Ruído de tempestade

Construo e pavimento
O castelo de ar
Som do vento
Embalando furacões
Tempestades
Ciclones

Acordada
Dois olhos presos nas estrelas
Constelação noctâmbula
Enquanto atiro as flechas
Despertas como o orvalho da manhã

Dividimos o copo
Refeições lado a lado
Trovões no céu cinzento
Balançam a rede
E levantam os lençóis da cama

Meu jardim, meu castelo
Escondidos no farfalhar mágico
Das folhas secas
Que voam e voam
Ao seu encontro
Pavimentando
O manto daqueles que dormem

E nas coisas não ditas
Nas pronúncias silenciadas
O ouro brilha
Resplandecente
Como o som cadente
De Yakecan

O som
Que
Jamais
Repete
Um
Nome


Awakening under the bloody moon by Rafaela Torres

Stay for while
Behind the walls
Listening through the doors
Stay all night
I cannot feel
Listening to my watchful voice
Whisper inside my head
Who am I?

In my storms
You appear
Like the cold winter
Freezing my heart
That is here
Lonely for you only

Stay for now
That’s my wish
Stay in the light that lives
Through the candle
Stay with me
Lonely for me only


Goblet by Jen and Kris

Há vários tipos de cálices
Enfileirados de acordo com a vontade humana
Há os cálices de água
Puros e cristalinos
Há os cálices de vinho
Vermelhos e irascíveis
Como o sangue de um revoltado
Há os cálices vazios
Exatamente onde moram
As possibilidades


Solace por Jonas De Ro

Tarde da noite, luzes apagadas
E o mais longo silêncio
No menor ruído penetrava
Ao subir as escadas, o amor assobiava baixinho
Deixando na poeira dos sapatos mais uma longa jornada
A porta se abria e lá estava ele, olhos felinos
Sentimentos cansados
Esboçando um sorriso como se sentisse
A alma da paixão acordada

A mão trêmula sussurrava
Sem o menor barulho, ela falava
Balbuciava, murmurava
Que era amor maior do que o céu
O que sentia quando voltava para casa
Para as paredes mudas
Para a eternidade tão amada
Cada palavra soprada era um afago de ternura
Semente de alguém que vagava pela noite
Como se…

Mara Vanessa Torres

Desert scribe. Storyteller. Dark Poet. Saturnine Heart ~ Instagram: @abyssal_waters

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store